A mágica do amor.


Hoje enquanto imaginava que assunto traria para voces, me ocorreu a ideia de falar sobre os valores e hábitos. Afinal qual o conceito sugestivo de valor? Valor é tudo aquilo que tem importância para nós. Tudo com que nos importamos possui um valor para nós, seja ele valor financeiro, emicional ou simbólico. Da mesma forma podemos dizer que importante é tudo aquilo que tem valor para nós. Sendo assim, tudo que na vida possuimos ou desejamos possuir tem valor, tem importãncia. Levando em consideração que nós somos tendentes a querer sempre o melhor, nos importamos e damos valor áquilo que consideramos melhor para nós. Isso ocorre porque nos amamos e entendemos como amor querer sempre o melhor. Se algo ou alguém não é considerado bom, refutamos, se é bom nos importamos em "conquistar" porque lhe atribuimos valor e status de melhor. Então podemos através desta linha presumir que amar é a ação de querer o melhor e note-se que saltamos da primeira pessoa e partimos para amar no sentido amplo, não amar somente a nós, mas amar em termos gerais. Ora, dentro deste contexto, se eu me amo e quero o melhor para mim, então se amo alguém, também devo querer o melhor para este alguém. Amar não é a ação de querer o melhor? Se seguirmos pensando desta forma, veremos que se eu desejo alguém que me faça feliz, também devo desejar ser alguém que faça o outro feliz. Se eu não desejo decepções, também não devo decepcionar, se desejo perdão, devo perdoar, se não desejo ser ofendido, não devo ofender. Entendeu o raciocínio amigo leitor, leitora? Mas enquanto humanos, somos todos tendenciosos, temos uma veia própria para o egoísmo e muitas vezes desejamos aquilo que não estamos dando. Nos surgem várias oportunidades para amar desta forma e nós desperdiçamos porque estamos preocupados com aquilo que é o melhor para nós e esquecemos do que é melhor para o outro. Esperamos no outro a prática de um amor de fato incondicional, mas não o praticamos. Este é um hábito salutar entre os humanos. A prática de tantos maus hábitos. Estas práticas são variáveis de acordo com a formação da base moral de cada um indivíduo, onde individualmente aprendemos a "montar" nossos conceitos de valores e princípios morais. Aquilo que para uns pode ser considerado "vergonhoso", para não outros não tem "importância" alguma, porque ele aprendeu a cultuar, a ver e cultivar outros valores. Estes valores e princípios morais estão presentes na fala, na ação e no pensamento de cada um de nós. É este conjunto que determina o nosso caráter social. São ações como o respeito, a compreensão, o entendimento, o diálogo, que surgem daquilo que nos importa realmente, do que amamos. Não é difícil mudar um caráter para melhor, mas é preciso compreender o que é um caráter melhor, admitir que não possui este caráter e desejar mudá-lo. Um exemplo de que há em todo ser humano uma "semente" do bom caráter é confirmada através de uma simples pergunta e de uma resposta honesta. Farei esta pergunta e voce responde a si mesmo, sendo extremamente honesto consigo: O que voce sente quando vê aquelas crianças magérrimas do Continente Africano, mamando em seios murchos que só produzem sangue ao invés de leite devido a desnutrição de mãe e filho? O que voce sentiu quando viu as imagens do World Trade Center sendo atingidas pelos aviões e a informação de que milhares de pessoas haviam morrido? Ficou comovido não foi? Mas voce não conhecia ninguém, porque a comoção? Porque muitos foram, assim como eu, ás lágrimas? Ai voce me responde: Ora porque eu sou humano!E eu te respondo: Não, porque dentro de voce, existe o caráter divino. Nós temos este caráter e podemos mudar, eliminando os maus hábitos, acabando com o nosso egoísmo, amando de forma correta, valorizando e se importando com os outros.Não somos únicos e o amor não foi feito só para nós, queremos amor e devemos amar porque o amor é assim, quanto mais damos, mais recebemos. Eis a mágica do amor. Pense nisso, então reflita e aproveite para começar a amar melhor. Um forte abraço e até a próxima.

Por Tony Casanova - Todos os Direitos Autorais e de Copyright estão reservados ao autor.