O quinto poder.


Pela sua enorme capacidade de movimentar a opinião pública e formar opinião, a imprensa é considerada como o quarto poder. Numa rapidez impressionante, a mídia coloca os fatos frente-a-frente com o público e produz seus efeitos por força das imagens chocantes e narrações fortes que muitas vezes produzem toda sorte de sentimentos a quem é alcançado. Este poder é sem dúvida muito importante, embora nem sempre seja utilizado como deveria. Um dos jargões mais utilizados na imprensa atual é " jornalismo Verdade, imparcialidade e credibilidade". Sabemos que não é bem assim. Não da parte de algumas mídias que manipulam a opinião pública em detrimento deste ou daquele nteressado. Na verdade nem tudo é verdade ou nem tudo vai ao ar e muito se oculta nas mídias. Mas estou aqui para falar de um mundo novo, uma abertura fantástica e que chegou decididada a ficar. Estou falando da internet que tirou os jovens da frente das telinhas, deu-lhes acessos a informações e poder para escrever tudo que pensa. A Tv que fazia seus zumbís a várias décadas viu a internet avançando e alcançando índices de seguidores jamais vistos, nem mesmo diante das telas pequeninas. O fato é que a internet roubou de vez sagrados pontos no Ibope das emissoras e lógico, isto não foi agradável. O tão intocado quarto poder agora se via diante de um oponente de peso e a única saída para vencê-lo seria aliar-se a ele. E foi isso mesmo que foi feito. Surgiu então a idéia da HDTV, uma espécie de Tv com internet na mais maravilhosa transmissão digital.Dai os televisores virarão enormes computadores com entradas HDMI, USB, CABOS SERIAIS... Então o quarto poder resolveu verificar onde andavam seus pontos na audiência, onde estavam os antigos telespectadores? Foi ai que se descobriu que eles estavam espalhados nas redes sociais. Pronto, foi o bastante para que a televisão simplesmente transferisse sua grade de programação para a internet. Hoje é raro um programa de televisão que não possua seu site, seu blog, seu twitter e facebook. Tudo que está na Tv está na internet. Mas não pensem voces que foi só isso que incomodou o quarto poder. O que incomodou não só o quarto poder, mas a todos os outros poderes foi algo revolucionário e de uma força ainda maior que a de qualquer outro veículo de mídia antes conhecido: Um fenômeno chamado Blogueiro. Falarei baixinho para que não tremam os covardes, mas associe um blogueiro sério, competente na arte da escrita, com opinião segura e as ferramentas da internet e está aí a razão que fez os poderes juntos tremerem as pernas. O que antes se pensava ser veloz nos telejornais durante a transmissão de um fato, veio a internet e provou que aquilo eram passos de tartaruga. Um fato corre o mundo em fração de segundos sem o corre-corre de montagens de links, serviços e permissões burocráticas através da internet. Nem vou falar em credibilidade, pois com a tecnologia implantada nos celulares é possível que um fato seja mostrado nas mídias de uma forma e na internet de outra. Ângulos e tomadas diferentes, audições na íntegra, fatos crús. Por esta força contida no trabalho dos blogueiros, nas suas opiniões, pelo empenho na busca das matérias eu vejo com muito bons olhos o crescimento e a evolução dos bloggers mundiais. Que nós possamos ser conscientes da força e do poder que temos e se vamos usar, que usemos para o benefício dos leitores. Que esta esfera blogger seja construída em base sólida, alicerçada na responsabilidade e no compromisso com o melhor que podemos dar de contribuição para todos que nos lêem.

Por Tony Casanova - Direitos Autorais e Copyright reservados ao autor.
no facebook - tony.casanova1
no twitter - @PRodaCultural e @tonycasanova001