Por que escrevo?


Brazilian Poet Tony Casanova - Poeta Brasileiro Tony Casanova - Porque escrevo.
Porque escrevo? Faço para teu deleite, antes bem antes do meu próprio prazer, seguem meus magros versos em busca de tu'alma, para que dela sejam águas doces e prontas a saciar-te a sede. Escrevo porque assim te encontro enquanto lê meus pensamentos escritos, enquanto vislumbra meus sentimentos expostos nos meus versos, meu coração formado em palavras. Escrevo porque desta forma nossos corações dão um nó e se apertam num abraço solidário como se fossem mãos firmes de amigos verdadeiros em pleno dever do cumprimento. Escrever não é somente a expressão de uma arte, mas também um desabafo saudável deste que em meio a tanta saudade, tenta encontrar amigos que lhe aqueçam o peito frio.
Há tantas razões para que eu escreva, mas de todas elas destaco uma, esta certamente a mais importante de todas: Eu escrevo porque você existe e se não existisse, por quem escreveria eu? Estaria desolado e triste porque pior que não ter arte alguma, ou tê-la para que se deprecie, é ter a arte e não possuir aquele que a aprecie.
Texto do escritor Tony Casanova – Direitos Autorais Reservados ao autor – Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer espécie e em qualquer meio sem autorização expressa do autor sob pena de infração das Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais.
Copy Right 2014 By Tony Casanova – All Right Reserved.